Minha Redação Foi Anulada?

Tenho recebido muitas perguntas de alunos preocupados com suas redações. Na verdade, se por um erro ou outro, podem ser anuladas. Antes de mais nada, é preciso deixar claro que as instruções de uma prova são as regras essencias a serem cumpridas. Leiam e releiam, quantas vezes for necessário, e prestem muita atenção na hora escrever na folha definitiva.

Existem algumas regras que são comuns a quase todos os concursos, principalmente os vestibulares, as quais listo abaixo:

1 – Texto ilegível: é melhor caprichar na letra. Uma redação com péssima caligrafia dificulta a correção. Lembro sempre aos meus alunos que, um corretor tem nas mãos centenas de redações para corrigir, não espere que ele tenha paciência justamente com a sua, portanto, se sua letra não é das melhores, escreva devagar;

2 – Fugir do tema: esse é um problema comum. Muitas vezes o aluno não interpreta corretamente o tema e acaba não escrevendo o que era esperado. Já vi muita gente comentando que fez um belíssimo texto, mas, ou teve nota baixa ou sua redação anulada. A questão pode estar aí. Pense bem a respeito da proposta e não fique divagando, vá direto ao ponto.

3 – Não obedecer o Gênero Textual proposto (narrativa, dissertação, carta, etc): as provas de redação têm exigido cada vez mais dos candidatos. Muitas universidades estão variando nos gêneros textuais. Se a proposta for para escrever uma carta, não adianta escrever um texto com características de dissertação; sua redação será anulada, com toda certeza. Então, estude bem as características de cada um dos gêneros textuais.

4 – Apresentar 20 ou mais erros: tanto de ortografia como de pontuação, mais que 20 erros é provar que não conhece as regras do idioma. Conhecer essas regras faz parte da prova, portanto, passível de anulação. Esse item derruba muitos candidatos. Solução: leia bastante.

5 – Escrever à lápis: jamais escreva uma redação de concurso à lápis, ela nem será lida; anulação na certa. Muitos dos meus alunos não gostam de escrever à caneta. Essa é uma das primeiras coisas que insisto: faça redações à caneta. Não se acostume com o que não pode.

6 – Texto inintelegível: o que quer dizer isso? Aqueles textos que lemos, lemos, lemos e não entendemos nada. Nada faz sentido, sem nexo, sem coerência. Escrever sem ter a menor preocupação em ser entendido. Por isso falamos e insisteimos na coerência do texto, para que faça sentido para quem o lê.

Basicamente, essa lista é um princípio comum, pois tem relação direta com a qualidade de um bom texto. Não respeitar os conceitos básicos, significa não ter noção de como escrever um texto. Fique ligado.

Abraços,

Professor Edmundo Santana

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Website