Tema de Redação: Dissertação

O pau e o gato, Carlos Heitor Cony, Folha de São Paulo, 23 de março de 2008.

Já haviam me dito, mas não acreditei. Ou melhor, não dei importância. A turma que se esbofa para tornar a sociedade politicamente correta, que mudou a designação de mudos, surdos, cegos, impotentes, homossexuais, carecas, gagos etc., finalmente chegava ao cancioneiro infantil, às cantigas de roda. Não se devia mais cantar o “atirei o pau no gato”, seria politicamente incorreto habituar as crianças a maltratar os animais.

Numa festinha de aniversário do prédio vizinho, ouvi de longe a versão feita para a musiquinha que todos prendemos na infância. Não mais se atirava o pau no gato nem dona Chica admirou-se do berro que o gato deu.

Era uma coisa complicada, peguei palavras que nada tinham com a letra original, o pau foi substituído por uma flor e o berro final foi trocado civilizadamente: em vez de “berro” o gato dizia “obrigado”.

Dona Chica compareceu sob a espécie de uma respeitável, uma inacreditável “Dona Francisca”. E ela nem ficou admirada do berro que o gato não deu, berro substituído por uma flor que ela agradeceu penhorada.

Embora pertença a uma geração que cantou para si e para as filhas a mesmíssima cantiga, Deus é testemunha de que ainda não consta dos meus hábitos jogar pau nos gatos.

E uma de minhas filhas, que mora em Roma, cidade onde os gatos são fartos, tem em casa uma porção deles e os trata com rações dinamarquesas ¾ que parecem ser as melhores.

Se já tinha motivos bastantes para desprezar o politicamente correto, ganhei mais um ¾ e acredito que definitivo. Gosto de ouvir gatos fazendo miau, pedindo leite e carinho.

“O politicamente correto (ou correção política) é uma política que consiste em tornar a linguagem neutra em termos de discriminação e evitar que possa ser ofensiva para certas pessoas ou grupos sociais, como a linguagem e o imaginário racista ou sexista.” (wikipédia)

A partir da leitura de “O pau e o gato”, produza um texto entre 15 e 20 linhas que trate do tema “Como é viver em um mundo politicamente correto”.

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ
CONCURSO VESTIBULAR
VERÃO/2009

Bom trabalho.

Professor Edmundo Santana

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *