jul
5
2013

Vestibular UEM Carta


carta argumentativa

Carta é um gênero textual que vem sendo exigido em alguns vestibulares do país. Lembrando que no próximo fim de semana acontecerá o vestibular de inverno da UEM, vou postar um modelo, que caiu no vestibular de verão da UEM em 2009. A proposta vocês podem conferir no post: O Sal na Alimentação Humana

 Vestibular UEM – Carta- Inverno de 2009

GÊNERO TEXTUAL 2 – CARTA 

Como leitor da revista Saúde, escreva uma carta ao editor, Sr. Silva, com até 15 linhas, solicitando receitas cujos temperos substituam o sal na alimentação humana. Assine a carta apenas com o nome Leitor.

 

Arapongas, 05 de Julho de 2013.

Prezado Sr. Silva,

     Como leitor assíduo da revisa Saúde, em primeiro lugar, venho agradecer o benefício que os artigos publicados vêm proporcionando a minha família. Muitas das dicas fornecidas, conseguimos colocar em prática e, dessa forma, melhorando consideravelmente nosso bem estar.

     No último número da revista, lemos uma matéria sobre os perigos que o excesso de sal na alimentação podem provocar à nossa saúde. É fato que já tínhamos algum conhecimento sobre o assunto, porém, não em detalhes. Como nossa família está sempre em busca de uma vida mais saudável, desejamos, também, colocar em prática algumas destas dicas.

     Ocorre que, o sal já faz parte de nossas vidas há tempos e não se encontra com tanta facilidade receitas que não o utilizem. Sendo assim, solicito a gentileza de, se puderem, publicar receitas de pratos onde possamos substituir o sal por outras ervas ou condimentos que não prejudiquem nossa saúde. Atenciosamente,

Leitor.

Carta é carta

Um texto simples e objetivo. Tenho recebido perguntas a respeito de tipos de cartas diferentes, como: carta argumentativa, carta de solicitação, carta do leitor, carta ao leitor (editorial), carta reclamação, etc… Gente, carta é carta. Segue o padrão estrutural que já mencionei em outros posts e que pode ser observado no exemplo acima.

A única mudança, realmente, é no conteúdo, que deverá seguir aos critérios especificados pela banca.  Por exemplo: se a banca solicita uma carta argumentativa, seja o tema que for, você sabe que em seu conteúdo deverá consolidar o pedido, reclamação, etc… em argumentos válidos e sustentáveis. Se for uma carta reclamação, lembre-se sempre de deixar claro no 1º parágrafo, a situação que o levou a escrever.

É isso.

Abaços,

Prof. Edmundo Santana

Artigos relacionados

Sobre o autor: Edmundo Santana

Diretor Geral da Canadian Corporate Coaching Group Brasil. Sócio Diretor da Advance Consultoria e Treinamentos. Consultor e Instrutor em Desenvolvimento de Pessoas. Consultor e Instrutor do Sebrae/PR. Professor de Técnicas de Redação. Fundador do Blog Professor Edmundo Santana. Autor do Livro Fazendo a Diferença - Aprenda Fácil Editora

Leave a comment