Browsing articles tagged with " pesquisa"
ago
27
2009

Você é Corruptível?

Lendo um artigo nesta semana, uma pesquisa me chamou a atenção. Muito além disso, me deixou realmente preocupado e envergonhado. Na pesquisa da qual me refiro, feita pelo Ibope, foi constatado que 70% dos entrevistados admitem já ter cometido algum tipo de prática antiética. Até aqui, não podemos avaliar, pois não sabemos que tipo de prática foi cometida.

Considerando a quantidade de matérias veículadas nos últimos anos sobre corrupção, a outra pergunta é que me deixou preocupado. 75% dos entrevistados afirmaram que cometeriam algum tipo de corrupção política caso tivessem oportunidade.  Então, me pergunto: essa motivação é levada pela impunidade que convivemos diariamente, ou o brasileiro tem a corrupção nas veias? Será que isso já incorporou-se à nossa cultura?

fev
10
2009

O Caos na Educação

A educação no Brasil, não é novidade, está um caos. Poucos investimentos, pouco interesse dos governantes, má remuneração dos professores, são apenas alguns ítens que nos mantém nesse nível. Andei pesquisando sobre os investimentos do governo na área da educação. Não obtive dados muito precisos, mas dá para ter uma idéia. Vamos lá.

Vejamos um quadro da situação do ensino. O Brasil investe por ano, apenas 3,2% do PIB. Segundo dados do MEC, este percentual foi de 4,4% em 2006. Difícil encontrar o valor exato, de qualquer forma, é pouco para um país considerado “Em Desenvolvimento”. Se comparado ao investimento da Coréia do Sul, ficamos muito longe. Este país investiu 10% do seu PIB durante 10 anos. Lá, para ser professor é preciso prestar um dos vestibulares mais difíceis do país e apenas 5% dos candidatos são aprovados, e é obrigatório ter Mestrado. No Brasil, 28% dos professores não têm curso superior. O salário de um professor na Coréia equivale a R$ 4.000,00 por mês em início de carreira, no Brasil, R$ 1.500,00, 37% abaixo da média dos profissionais com diploma. Um estudante na Coréia passa, em média, 9 horas por dia na escola, o estudante brasileiro, apenas 5 horas por dia. (Fonte de dados: MEC e Revista Exame de 31/12/08).