Browsing articles tagged with " Filmes"
jun
25
2009

Anjos e Demônios

Semana passada assisti Anjos e Demônios. Estava aguardando ansioso pelo lançamento, uma vez que tinha lido o livro há algum tempo. Na iminência do lançamento do filme, resolvi ler o livro novamente, relembrar alguns detalhes, já que dos livros do Dan Brown, foi o que mais gostei.

Bom, devo confessar que para quem leu o livro o filme é uma decepção. Ao contrário de O Código Da Vinci, que se manteve mais fiel ao livro, eu disse: mais fiel, no entanto, não completamente. O final do filme, por exemplo, é diferente do livro. Porém, em Anjos e Demônios, o roteirista abusou nas mudanças. Falando sério, se eu fosse o autor não permitiria tantas mudanças, principalmente comprometendo a essência da história. Um fiasco, na minha opinião.

fev
23
2009

And The Oscar Goes To…

Os aficcionados por cinema, ou, para usar um termo mais erudito, cinéfilos, esperam ansiosamente, a cada ano, a entrega do Oscar. “And the Oscar goes to…”, ou, traduzindo: e o Oscar vai para… é o mais valioso prêmio oferecido ao cinema mundial.  

A partir dele, esperamos   – sim, também sou um cinéfilo – pela repercussão dos filmes que já assistimos, ou estamos esperando que chegue ao Brasil. Apesar de tudo, não se pode afirmar que a escolha é a mesma do grande público. Infelizmente, como em tudo, há muita política em jogo, além, é claro, do marketing. Mas, deixemos isso de lado e falemos da parte boa.

jan
18
2009

Eu, Marley e Eu

Neste último domingo (11/01/09) fui com minha noiva, Any, assistir Marley e Eu. Já vinha acompanhando o sucesso do livro de John Grogan, no entanto, não tive oportunidade de ler, o que farei em breve. Assistindo ao filme, comecei a fazer uma analogia da atitude dos cães e a atitude dos homens, tal como faz em suas palestras o espetacular Daniel Godri, porém, entre cães e gatos.

            Dos cachorros que eu já tive, o primeiro foi o mais parecido com Marley. Sim, era uma bola de pelos de uma hiperatividade sem precedentes, uma mistura de Golden com qualquer outra raça. Daquele tipo que destrói cuecas, meias, óculos, pega bifes na pia, e faz o que quer. Chegou a ser jurado de morte por que corria atrás de galinhas num bairro da periferia de Curitiba, onde morei quando mudei do Rio para lá.