Browsing articles tagged with " aprendizado"
abr
18
2012

Japão, Uma Aula de Cidadania.

Quem me conhece sabe da minha admiração pelo povo japonês. Tanto que, minha esposa é descendente de japoneses. Cantei no coral japonês por algum tempo aqui em Arapongas/PR e muitas vezes vamos ajudar em eventos da associação japonesa. Quanto mais me envolvo, mais admiração tenho.

Há pouco mais de 1 ano, um terremoto de 8.9 na escala Richter, provocou uma onda gigante (tsunami) que devastou a costa nordeste do Japão. Acompanhamos os acontecimentos pelos noticiários. Enviamos mantimentos, roupas e outras coisas que conseguimos juntar. O mundo inteiro se sensibilizou e atendeu.

jun
27
2011

As 20 Lições de Jack Welch

Jack Welch é um dos líderes mais conhecidos e admirados do mundo corporativo. À frente da GE durante 20 anos como CEO, aposentou-se em 2001, passando a se dedicar a palestras e sua empresa de consultoria.

Com toda essa experiência, Welch nos ilumina com seus conhecimentos. Suas 20 lições são estudo obrigatório para aqueles que desejam se tornar grandes líderes. Vejamos:

1) Faça mais do que esperam – Muitas pessoas fazem o que se espera que elas façam. Essas pessoas são a multidão que adora ficar reclamando que as oportunidades não aparecem, que tudo é muito difícil. Já outras pessoas gostam do que fazem, e fazem mais do que se espera que elas façam. Entregam mais, trabalham mais, gostam mais, desenvolvem mais, ganham mais e, conseqüentemente, têm mais oportunidades. Se você quer se diferenciar, quer ter sucesso, faça mais do que se espera. Sempre!

fev
10
2009

O Caos na Educação

A educação no Brasil, não é novidade, está um caos. Poucos investimentos, pouco interesse dos governantes, má remuneração dos professores, são apenas alguns ítens que nos mantém nesse nível. Andei pesquisando sobre os investimentos do governo na área da educação. Não obtive dados muito precisos, mas dá para ter uma idéia. Vamos lá.

Vejamos um quadro da situação do ensino. O Brasil investe por ano, apenas 3,2% do PIB. Segundo dados do MEC, este percentual foi de 4,4% em 2006. Difícil encontrar o valor exato, de qualquer forma, é pouco para um país considerado “Em Desenvolvimento”. Se comparado ao investimento da Coréia do Sul, ficamos muito longe. Este país investiu 10% do seu PIB durante 10 anos. Lá, para ser professor é preciso prestar um dos vestibulares mais difíceis do país e apenas 5% dos candidatos são aprovados, e é obrigatório ter Mestrado. No Brasil, 28% dos professores não têm curso superior. O salário de um professor na Coréia equivale a R$ 4.000,00 por mês em início de carreira, no Brasil, R$ 1.500,00, 37% abaixo da média dos profissionais com diploma. Um estudante na Coréia passa, em média, 9 horas por dia na escola, o estudante brasileiro, apenas 5 horas por dia. (Fonte de dados: MEC e Revista Exame de 31/12/08).