nov
1
2011

Respostas Interpretativa e Argumentativa – Redação Online


respostas

Respostas Argumentativa e Interpretativa

Atendendo ao pedido da leitora Larissa Zamparo, vou explicar a diferença entre Respostas Interpretativa e Argumentativa. A dúvida da Larissa procede e muito. Meus alunos também têm mais dificuldades em entender esses dois gêneros. Primeiro vamos explicar cada um e depois traçar as diferenças.

Resposta Interpretativa:

Neste tipo de texto o autor deverá, antes de mais nada, entender a essência da proposta. É comum a banca fornecer um ou mais textos de apoio. É sobre estes textos que o autor deverá basear sua resposta. Aqui, a interpretação do conteúdo é o fundamento, portanto, quando interpretamos procuramos reproduzir esse conteúdo associando-o ao contexto dado pelo enunciado.

O autor não deverá manifestar sua opinião, mas uma interpretação dos textos de apoio.

Observem que a proposta vem carregada de perguntas. Com base nelas crie seu roteiro da resposta. Vejamos algumas dicas:

- escreva em 3ª pessoa;

- dois ou três parágrafos (para 15 linhas);

- sua resposta deve estar baseada nos textos de apoio;

- não dê sua opinião;

- não fuja do conteúdo apresentado nos textos de apoio;

- utilize uma citação para fundamentar a resposta (com base nos textos de apoio).

Resposta Argumentativa

Este gênero de texto é mais parecido com uma dissertação. Sua opinião é requerida, porém, sem utilização da 1ª pessoa. Com base nos textos de apoio, fundamente sua resposta com base em seu conhecimento, procurando argumentos que fundamentem sua resposta. Neste caso, não se prenda aos textos de apoio.

Dicas:

- Procure deixar subentendido o enunciado da questão ao leitor, fazendo-o compreender a pergunta original sem tê-la lido;

- Deixe evidente sua posição quanto ao tema (a favor/contra);

- dois ou três parágrafos;

- texto impessoal;

- sua opinião é importante;

Você pode seguir uma sequência simples: resposta, justificativa (argumento), explicação, comprovação e sugestão (se for possível).

 

Diferenças básicas:  A grande diferença entre os dois gêneros é que na resposta interpretativa o autor não emite sua opinião. Interpreta os textos de apoio e redige a resposta com base neles, uma citação do texto de apoio é recomendável para defender sua resposta. Ao contrário, na resposta argumentativa, o autor utiliza argumentos próprios para defender sua opinião, assim como numa dissertação.

Espero ter ajudado. Boa sorte.

Abraços,

Prof. Edmundo

Artigos relacionados

Sobre o autor: Edmundo Santana

Diretor Geral da Canadian Corporate Coaching Group Brasil. Sócio Diretor da Advance Consultoria e Treinamentos. Consultor e Instrutor em Desenvolvimento de Pessoas. Consultor e Instrutor do Sebrae/PR. Professor de Técnicas de Redação. Fundador do Blog Professor Edmundo Santana. Autor do Livro Fazendo a Diferença - Aprenda Fácil Editora

35 Comments+ Add Comment

  • Muito obrigado, Professor Edmundo, você me ajudou bastante, porém ainda tenho uma duvida, tanto na resposta interpretativa, quanto a resposta argumentativa, necessita de título?

    • Olá Larissa. Normalmente respostas não necessitam de título, mas é bom ficar atenta às instruções da proposta, vai que alguma banca solicita. Se não houver nenhuma instrução específica, não coloque título.
      Vou ler seu texto e depois te envio as observações.

      Abraços,
      Prof. Edmundo Santana

  • Professor, admiro muito o seu trabalho e agradeço por dar essa ajudinha com os gêneros textuais para o vestibular. A respeito da resposta argumentativa, queria te fazer uma pergunta, nesse dia 12 prestei vestibular na UEM e aquele foi o gênero cobrado, eu corro o risco de zerar essa redação por ter utilizado a 1ª pessoa?

    • Olá Bruna. Puxa vida. Essa foi uma falha e tanto, hein!! Respostas são como mini dissertações e não cabem 1ª pessoa. Entenda que para um vestibular tão concorrido como a UEM, uma falha dessa natureza pode lhe custar muito. Não digo a respeito de uma anulação de sua redação, ela pode até não ser anulada, desde que você tenha respeitado outras características do gênero, mas, certamente, irá lhe custar alguns pontos.

      É difícil dizer se a banca irá anular, particularmente, não acredito. Porém, é preciso ressaltar que a utilização de novos gêneros em vestibulares é muito recente e ainda não li nada a respeito destas questões. Normalmente, uma redação é anulada pelos seguintes motivos: fuga total do tema, não respeitar a estrutura do gênero textual (aqui está seu problema), escrever à lápis. Estas são as mais comuns. Mas é preciso ter em mente que cada banca tem seus critérios próprios de avaliação.

      Vamos torcer para que sua redação não seja anulada e que sua única pena sejam alguns pontos, além do aprendizado que você ganhou a duras penas.

      Abraços,
      Prof. Edmundo

  • Obrigada pelo esclarecimento professor, estou na torcida para que minha redação não seja anulada e que tirem o mínimo de pontos possíveis rsrsrs

  • Olá, professor. Parabéns pela página… :)
    Eu tenho a seguinte dúvida: no caso do PAS-UEM de 2009 um dos gêneros pedidos foi uma “resposta interpretativa / argumentativa”. Neste caso, o que eu deveria fazer? Mesclar as duas modalidades ou escolher apenas uma das duas? Agradeço desde já.

    • Olá Mônica. Obrigado. Respondendo a sua pergunta, resposta interpretativa e resposta argumentativa são dois gêneros diferentes. Acho estranho uma banca pedir uma resposta neste formato. Na minha opinião, é bem possível que a banca tenha dado a opção de escolha entre uma e outra. Mesclar estes dois gêneros não seria possível, pois, na resposta interpretativa você não emite opinião, ao contrário da resposta argumentativa (mais parecida com uma dissertação).
      Em todo caso, fui olhar a prova a que se refere. Realmente a banca solicitou como você mencionou, mas, não concordo com a formulação da questão. No entanto, a forma mais correta de responder seria no gênero Resposta Interpretativa. Os argumentos a que se referem ficam a cargo de fundamentar sua interpretação com uma ou duas citações do texto de apoio, conforme a própria estrutura do gênero pede.
      Espero ter ajudado. Se ainda tiver dúvidas, por favor, escreva.

      Abraços,
      Prof. Edmundo Santana

  • Obrigada, professor… foi muito esclarecedor. Não gostei da forma como a banca do PAS colocou os gêneros… isso pode confundir muito o vestibulando. Se eu tivesse feito aquela prova, teria me descabelado!! hehehehe… Beijos…

    • Olá Mônica. Pois é. Também fiquei surpreso quando vi a prova. Em minhas aulas, deixo bem claro a diferença entre resposta interpretativa e resposta argumentativa, pois têm características diferentes. Então, vem a banca da UEM e faz uma coisa dessas. Não dá para entender.

      Abraços,
      Prof. Edmundo

  • Olá novamente, professor Edmundo!
    Gostaria que o senhor me esclarecesse uma dúvida quanto a resposta argumentativa: Na introdução desse gênero textual, devemos começar respondendo a pergunta proposta pela banca, correto? Baseando-se nos anos anteriores, a UEM, por exemplo, já perguntou: “A internet é nociva?” e “Morar em república é ou não uma experiência enriquecedora?”. A introdução desses textos deveria começar como? Desta forma: “A internet é sim nociva, porque…” e “Morar em república é sim uma experiência enriquecedora, porque…”. Ou seja, é preciso começar “respondendo”. Está certo iniciar a resposta argumentativa dessa maneira ou não?
    Obrigado pela atenção, professor. Abraço.

    • Olá Luan, reposta argumentativa é como uma mini dissertação. Não acho interessante iniciar o texto já definindo sua resposta. Use a mesma técnica que usa para iniciar uma dissertação – uma visão geral do assunto – e vá deixando sua posição clara juntamente com seus argumentos. Mas lembre-se de que o espaço é curto, portanto, seja o mais objetivo possível em sua resposta. Vou dar uma exemplo de como faria:

      É fato consumado que a internet já faz parte do dia a dia das pessoas. Negar este fato é fechar os olhos para o mundo, para o futuro, para a vida.
      A internet é uma ferramenta, e como tal, sua utilização é responsabilidade de cada um. Não é possível considerar nocivo, um recurso que permite viajar pelo mundo em segundos, pesquisar e conhecer museus, pelo simples fato de que algumas pessoas exageram no tempo em determinados sites…

      e por aí vai…

      Perceba que deixei clara minha posição sem ser direto na resposta.

      Espero ter ajudado.

      Abraços,
      Prof. Edmundo

  • Ola professor.. Novamente preciso de sua ajuda, kkkk.
    Tenho grande dificuldade, mais para fazer do que para entender uma resposta interpretativa. E estava olhando, nas edições anteriores do vestibular, e achei uma proposta, mas não tenho noção de como faze-la.. O Sr poderia me ajudar?

    A proposta esta aqui: http://www.vestibular.uem.br/2011-I/uemI2011p2g1.pdf

    • Oi Maria, já respondi esta por e-mail,não foi???

      Abs
      Prof. Edmundo

  • Não.. Aquele era um relato, só que era pra uma revista, por isso que fiquei em duvida. E esse é resposta interpretativa que não consigo fazer. Se puder me ajudar em como fazer, ficarei muito agradecida. :)

    • Olá Maria, estou postando um modelo de resposta interpretativa redigida por um dos visitantes do blog. Assim como você, ele também me envia textos para analisar. Este texto está muito bem escrito e você pode tomá-lo como exemplo. Este texto é da mesma proposta da UEM que você me enviou.
      A única orientação que faço é que tome cuidado com o nº de referências, pode ser menor do que o Luan fez. Explico no post.

      Abs
      Prof. Edmundo

  • Me ajude por favor professor

  • Me ajude por favor professor preciso de ajuda

    • Olá Gabriel. Por favor me diga o que precisa para que eu possa te ajudar.

      Aguardo,
      Prof. Edmundo

  • Muito bom professor, parabéns !

    • Olá Caio. Obrigado. É um prazer ajudar. Volte sempre.

      Abs
      Prof. Edmundo

  • Olá professor, tenho uma dúvida em relação a resposta interpretativa, eu estava fazendo a seguinte proposta: UEM/INVERNO 2010 – Redija, em até 15 linhas, uma resposta interpretativa, que indique quais são as formas de tratamento dos resíduos urbanos no Brasil, definindo aquela(s) que melhor atenda(m) as cidades atualmente.
    E fiquei com a dúvida em relação a esta parte em que se pede para definir as que melhor atendam as cidades atualmente, como seria necessariamente essa definição, tenho que fazer uso exclusivo de excertos do texto ? quais os melhores termos para serem usados nessa definição ?
    Desde já muito obrigada .

    • OI Ana. Esta definição que a proposta solicita está relacionada a escolha. Dentre aquelas que são descritas no texto de apoio, qual delas é a melhor opção?? É neste sentido. Seu texto deve estar totalmente baseado nas informações do texto de apoio e, de preferência, utilizar, sim, excertos do texto que justifiquem sua escolha.

      Espero ter ajudado. Qualquer coisa, estou à disposição.

      Abs
      Prof. Edmundo

  • Professor, há algumas informações as quais podem estar equivocadas, o que é normal para quem não é de Maringá.
    Precisando, peça ajuda.
    Um abraço!

    • Olá Vivian. Por favor, se há alguma informação equivocada, nos esclareça. Terei prazer em postar no blog. Ficaremos agradecidos.

      Att,
      Prof. Edmundo

  • Caro professor Edmundo. Primeiramente quero agradecê-lo por seu blog, pelas informações postadas, pela atenção dispensada aos alunos desesperados, por seu empenho em responder a todos os questionamentos. Minha gratidão.
    Gostaria, se possível, que o senhor postasse alguns exemplos de respostas argumentativas e interpretativas, pois, assim como outros alunos, prestarei UEM esse final de semana, e estou com muitas dúvidas a respeito desses gêneros.

    • Olá Flávia. Obrigado pelos elogios. Bem, quanto a carta reclamação, a estrutura é a mesma da carta normal, apenas o conteúdo do texto deverá ser redigido de forma diferente. Pense que a reclamação dever ser feita mantendo sempre a educação e nunca fazendo ameaças, ok? Explique a situação, descreva as providências que já tomou (se for o caso) e peça providências.

      Resposta Interpretativa: neste gênero o aluno deverá responder a questão solicitada baseando-se no texto de apoio, sem emitir sua opinião a respeito e utilizando uma passagem do texto para fundamentar sua resposta.

      Resposta argumentativa: aqui o aluno deverá usar seus próprios argumentos para responder. Não precisa seguir o texto de apoio. É como se fosse uma mini dissertação.

      Em ambos os casos não use a 1º pessoa.

      Abs
      Prof. Edmundo

  • ORAÇÃO FORTE E PODEROSA DE SÃO CIPRIANO:
    Pelos poderes de São Cipriano. Que os números da megasena virão agora em meus sonhos. Apostarei e ganharei os números acumulados. São Cipriano, eu(jose peres de andrade.) terei esse poder, que o sonho de ganhar na megasena torne-se real com o seu poder, agora. Poderei realizar meu sonho, comprar minha casa própria, conhecer o mundo, ajudar a todos que necessitam da minha ajuda. São Cipriano afaste todo o azar e toda a inveja, todas as coisas ruins que me impeçam de ganhar na megasena. HOJE e AGORA, tenha a certeza que eu(seu nome) sou a pessoa perfeita para ganhar essa bolada e ninguém mais além de mim. Que os números que serão sorteados não saiam mais do meu pensamento todos os momentos. Até a hora que eu(? voce) ganhar. E, ao deitar que tenha sonhos com os números e ao acordar que os números sejam claros em meu pensamento . São Cipriano, faça isso por mim como nunca fez por outra pessoa e, talvez fará dependendo da fé de cada um. Agradeço por estar trabalhando em meu favor e vou divulgar seu nome, São Cipriano em troca de sonhar com os números certeiros da megasena. Apostarei e com a fé nessa oração ganharei meus primeiros milhões, ajudarei outras pessoas e realizarei meu sonho. Conhecerei esse mundo que Deus fez pra mim. Desfrutarei da melhor maneira possível tudo que o dinheiro pode oferecer graças a minha fé nessa oração. Peço isso aos poderes de SÃO CIPRIANO. Amém! Divulgue essa oração que terás uma surpresa.

  • professor irei prestar o vestibular UEM 2014 e estou perdida , não sei por onde começar , o senhor pode me ajudar? grata desde já !

    • Olá Paula. Bem, se você navegar aqui no blog, verá que tem muitos artigos sobre redação, inclusive, explicando em detalhes. Contudo, em maio, iniciarei um curso online ao vivo, de redação. Vou falar de todos os gêneros textuais, pode ser uma boa para você. Fique de olho, devo anunciar hoje ou amanhã.

      Abs
      Prof Edmundo

  • Olá, procurando vídeo-aulas e explicações sobre como fazer uma boa Resposta Argumentativa, notei que muitos utilizam o termo: Dissertação Argumentativa e isso está me deixando um pouco em dúvida se elas são a mesma coisa. Poderia me responder?
    Obrigada :)

    • Olá Bruna. Em essência, sim. Na verdade a resposta argumentativa é uma mini dissertação, basicamente têm a mesma estrutura. O que as diferencia, na verdade, é o número de linhas.
      É um texto impessoal (mesmo sendo uma resposta), necessita de argumentos para fundamentar sua opinião. A diferença mais fundamental, é que na resposta você não tem a obrigação de escrever o texto em três parágrafos (introdução, desenvolvimento e conclusão). Portanto, se redigir sua resposta em dois parágrafos, por exemplo, estará perfeitamente correto.

      Espero ter esclarecido. Qualquer coisa, estou à disposição.

      Abs
      Prof. Edmundo

  • Primeiramente, gostaria de agradecer pelas excelentes dicas dadas. Elas, de fato, estão ajudando muito na minha preparação para o vestibular. Vi nos comentários que o senhor leu algumas produções textuais enviadas pelos leitores do blog, poderia, então, enviar uma resposta interpretativa e outra argumentativa de minha autoria? Gostaria de saber se estou atendendo o que se pede para tais gêneros.

    Desde já agradeço!

  • Queria saber a diferença entre adjetivo e substantivo???

Leave a comment