out
15
2011

Notícia e Reportagem: Redação e Vestibular


Notícia e Reportagemtexto jornalístico

O jornalismo tem por objetivo a apuração, o processamento e a transmissão de informações da atualidade para o grande público através de veículos de comunicação de massa.

Um texto jornalístico vem sempre precedido de uma Manchete, e, às vezes, de uma lide. A lide é um resumo da matéria. O título, ou manchete, deve, resumidamente, anunciar a informação principal do texto, chamar a atenção do leitor.

Notícia

MancheteGás Intoxica Duas Pessoas em Sorocaba

Lide: Funcionário e vizinha de Indústria Química são intoxicados por gás em Sorocaba.

Notícia: Sorocaba – O funcionário da Soroquímica Cláudio Airton de Lima, 19 anos, e a vizinha da empresa, Margarida Ballarini Salim, de 75, ficaram intoxicados ontem por vazamento de gás clorídrico. Funcionários misturaram por engano ácido clorídrico com hipoclorito de sódio.

Como esse tipo de texto atinge uma massa indistinta de leitores, sua linguagem deve ser acessível a todos, por isso recomenda-se clareza e simplicidade na escrita, porém, nunca em prejuízo da correção gramatical. Para se conseguir um bom resultado em um texto jornalístico, deve-se usar:

– linguagem simples, mais próxima possível da linguagem coloquial (formal);

– ordem direta;

– poucas palavras em cada oração para conseguir parágrafos menores;

– poucos adjetivos.

A grande dica fica por conta das seis perguntas que um texto jornalístico deve responder:  O que? Quem? Quando? Onde? Por quê? Como?

Faça um teste com a notícia acima e veja se ela responde as seis perguntas.

 REPORTAGEM:

Basicamente o formato de texto é muito semelhante. A diferença é que uma reportagem vai mais a fundo no tema abordado; faz investigações, tece comentários, levanta questões, discute, argumenta.

Uma reportagem escrita, tem a seguinte estrutura:

Manchete: compreende o título da reportagem que tem como objetivo resumir o que será dito.

Lead: Pequeno resumo que aparece depois do título, a fim de chamar mais ainda a atenção do leitor.

Corpo: desenvolvimento do assunto abordado com linguagem direcionada ao público-alvo!

Agora que você já sabe a diferença entre estes gêneros textuais, mãos à obra. Pratique.

Abraços,

Professor Edmundo Santana

Artigos relacionados

Sobre o autor: Edmundo Santana

Diretor Geral da Canadian Corporate Coaching Group Brasil. Sócio Diretor da Advance Consultoria e Treinamentos. Consultor e Instrutor em Desenvolvimento de Pessoas. Consultor e Instrutor do Sebrae/PR. Professor de Técnicas de Redação. Fundador do Blog Professor Edmundo Santana. Autor do Livro Fazendo a Diferença - Aprenda Fácil Editora

14 Comments+ Add Comment

  • Quando eu li o exemplo de Notícia, eu não consegui identificar entre as 6 perguntas que se tem que fazer “para o texto”, o “Como?”

    • Olá Edson. Entendo sua observação. Muitas vezes não se consegue uma explicação completa sobre uma situação como a do exemplo. Neste caso específico, provavelmente, foi apenas uma matéria informativa. O como? se houvesse uma investigação, poderia vir à tona numa segunda matéria.
      Você deve observar, numa prova de vestibular, quais elementos estão disponíveis para você na proposta. Se você deixar, por exemplo, de informar o como?, não fique preocupado. O Importante é você conseguir transmitir uma informação verídica com os dados que você têm em mãos.

      Abraços,
      Prof. Edmundo

  • valeu

  • Olá! Me ajudou muito o seu texto, muitíssimo obrigada! Só gostaria de saber se devo pular linhas entre a manchete e o lead, e o lead e o texto, por favor!

    • Olá Julia, obrigado. Não, não pule linhas em nenhuma circunstância, ok??

      Quanto ao relato, não precisa de título.

      O artigo de opinião é exclusivamente a opinião do autor, aliado a experiência e conhecimento sobre o assunto. O editorial, na verdade, é um texto destinado aos leitores, o que, atualmente, muitas revistas estão chamando de Carta ao Leitor. Na verdade, este texto tem, sim, como objetivo, comentar sobre um assunto, normalmente alguma reportagem da edição, com a filosofia editorial da revista ou jornal.
      Não há basicamente diferença estrutural nos textos. Ambos são escritos em primeira pessoa, defendem uma ideia ou argumento particular e procuram manter uma proximidade com o leitor.

      Espero ter ajudado.
      Abs
      Prof. Edmundo

  • Olá professor, parabéns pelo trabalho. Gostaria de saber se na notícia eu posso copiar algumas coisas dos textos de apoio.

    • Olá Marcos. Copiar não é uma boa ideia. Você, naturalmente, pode utilizar informações do texto, visto tratar-se de uma notícia e você precisará de informações, no entanto, não copie, utilize suas próprias palavras ao redigir.

      Abs
      Prof. Edmundo

  • Olá, professor, as informações citadas, tanto em notícia, como reportagem, terão que ser verídicas?

    • Olá Wellingtom. Não necessariamente. Mas é preciso manter uma linha de raciocínio para que a notícia não vire algo “extraordinário”. Você pode criar situações, qualquer que seja, dentro da proposta da banca. Não há necessidade de que seu fato seja verídico, ok??

      Abs
      Prof. Edmundo

  • Professor, no vestibular eu tenho que escrever “Manchete: Gás Intoxica Duas Pessoas em Sorocaba
    Lide: Funcionário e vizinha de Indústria Química são intoxicados por gás em Sorocaba.
    Notícia: Sorocaba – O funcionário da Soroquímica Cláudio Airton de Lima…” ou posso ir direto pra notícia sem escrever a manchete e a lide?

    • Oi Amanda. Sim, você deve criar uma manchete e uma lide para sua notícia, faz parte da estrutura do gênero. Se deixar sem, poderá ter sua redação anulada.

      Abs
      Prof. Edmundo

  • Olá professor! Fiz o vestibular de verão esse final de semana. No gênero notícia fiz a manchete, sub manchete, lide e no corpo fiz dois parágrafos, está correto? Por final assinei o nome na última linha sem colocar o POR, somente o nome Patrícia Passarinho. Está correto esta estrutura?

  • Olá professor! Fiz o vestibular nesse fim de semana e no gênero notícia fiz a manchete, sub manchete, lide, dois parágrafos de corpo e assinei em baixo sem usar o POR, está correto?

    • Oi Thays. Não vejo problema. O máximo é perder alguns pontinhos, não mais que isso.

      Abs
      Prof. Edmundo

Leave a comment