jan
31
2009

Liderança é Para Todos


Liderar é a habilidade de motivar e influenciar os liderados, para que contribuam, voluntariamente, da melhor forma com os objetivos do grupo ou organização. Ou, simplesmente, o processo de conduzir um grupo de pessoas.

A verdade é que liderar é uma habilidade que pode ser adquirida por qualquer pessoa que esteja disposta a aprender. Aliás, vou mais além, qualquer habilidade pode ser adquirida desde que haja interesse, no entanto, vamos nos ater apenas à questão da liderança neste artigo.

A humanidade sempre teve grandes líderes, pessoas hábeis na questão de conduzir grupos, para o bem ou para o mal. Acredito que o maior líder que já existiu foi Jesus Cristo, e seus ensinamentos ultrapassaram a barreira do tempo. Porém, ainda há outros que deixaram suas marcas: Martin Luther King, Gandhi, Madre Tereza de Calcutá, Nelson Mandela, Dalai-Lama, e por que não dizer Hitler. Este último nos deixou um legado bastante interessante: como NÃO se deve conduzir um povo.

No universo corporativo, temos exemplos de líderes fantásticos: Jack Welch, Soichiro Honda, Walt Disney, Carlos Ghosn, Akio Morita, e muitos outros. Mas esses são as personalidades universais, e quanto aos anônimos? Na verdade são em grande maioria, e também capazes de conduzir seus liderados de forma excepcional.

O problema, na verdade, são aqueles que pensam que são líderes.  Aqueles que pensam que um cargo é sinônimo de líder. Enganam-se, e muito. Conheço e conheci dezenas destes, infelizmente. Isto porque muitos empresários ainda acham que vivem no tempo em que se desenvolveram as teorias da administração, de Fayol e Taylor.

Ao longo dos últimos anos a administração sofreu um notável processo de desenvolvimento, principalmente quando se trata de recursos humanos, ou gestão de pessoas, ou capital humano, ou capital intelectual. Na verdade, o modernismo das expressões empregadas, para mim, não faz a menor diferença. A diferença mesmo está na forma como se lida com pessoas, tratando-as como realmente merecem. Vejam; como merecem.

Acredito no petencial humano e em sua capacidade de adaptação. Mas não acredito em exploração, não acredito e muito menos concordo. É comum encontrar empresários buscando maneiras de estimular e motivar seus funcionários. A pergunta é: será que ele conseguem olhar a essência de suas próprias empresas? Na “alma” delas? A maioria deles sequer circula pelos corredores ou mantém, de alguma forma, contato com seus funcionários.

Se você deseja ser um líder na essência da habilidade, comece a pensar em se aproximar de seus liderados, pensar com eles, agir com eles, lutar por eles, responder por eles; participar. Não existe líder fechado em escritório, existe gerente, o que é muito diferente.

Algumas sugestões de literatura a respeito:

O Monge e o Executivo – James C. Hunter – Ed. Sextante

Você é o Líder da sua Vida – César Souza – Ed. extante

Jesus, O Maior Líder que Já Existiu – Laurie Beth Jones – Ed. Sextante

São apenas alguns. Parece até propaganda da Editora Sextante, mas garanto que não é. Simplesmente coincidência.

Grande abraço,

Professor Edmundo Santana



Artigos relacionados

Sobre o autor: Edmundo Santana

Diretor Geral da Canadian Corporate Coaching Group Brasil. Sócio Diretor da Advance Consultoria e Treinamentos. Consultor e Instrutor em Desenvolvimento de Pessoas. Consultor e Instrutor do Sebrae/PR. Professor de Técnicas de Redação. Fundador do Blog Professor Edmundo Santana. Autor do Livro Fazendo a Diferença - Aprenda Fácil Editora

1 Comment+ Add Comment

  • Oi professor Edmundo aqui é a Ana Jéssica e estou aqui para dizer que gostei muito do seu site com colunas e assuntos muito interessantes para nós jovens espero que continue com os seus assuntos fazendo nós aprendermos mais …
    Mas acharia interessante se o senhor revesse a estrutura desse texto há algumas alteraçoes de digitaçao causada pela ediçao ….
    mas gostei muito …
    Boa sorte

Leave a comment