jul
28
2011

Escrever: Prazer ou Necessidade


Há quem escreva por puro prazer. Pela vontade de expressar seus sentimentos. Para eternizar uma ideia, pensamento, uma história. Há quem diga que escrever é uma arte destinada a poucos. Há quem consiga publicar e aqueles que preferem guardar para si.

A verdade é que qualquer pessoa que tenha em suas metas ser um profissional de sucesso deve dominar a arte da escrita. Não para publicar livros ou artigos, mas para se comunicar com eficácia.

Escrever é uma deficiência, eu diria, quase que geral no brasileiro. Por falta de estímulo ou mesmo por falta de interesse, a verdade é que o brasileiro escreve mal.

Lembr0-me que há alguns anos, a maioria dos executivos tinham secretárias que se preocupavam em redigir textos diversos para seus chefes. Não havia uma preocupação, ao longo da carreira, em dominar a escrita. No entanto, os tempos mudaram. As organizações vêm enxugando seus quadros de pessoal, não tendo mais tantas secretárias à disposição para redigir todos os textos.

Com a internet e o e-mail, que passou a ser pessoal, essa necessidade se tornou latente e quase obrigatória. Muitas organizações se preocupam com a redação de seus candidatos, tanto que em muitos processos seletivos ela já é cobrada.

Portanto, se deseja ser um profissional de sucesso, comece a se preocupar com sua redação, pois, certamente irá precisar muito dela.

Abraços,

Professor Edmundo Santana

Artigos relacionados

Sobre o autor: Edmundo Santana

Diretor Geral da Canadian Corporate Coaching Group Brasil. Sócio Diretor da Advance Consultoria e Treinamentos. Consultor e Instrutor em Desenvolvimento de Pessoas. Consultor e Instrutor do Sebrae/PR. Professor de Técnicas de Redação. Fundador do Blog Professor Edmundo Santana. Autor do Livro Fazendo a Diferença - Aprenda Fácil Editora

Leave a comment