jan
31
2012

A Magia do Atendimento


É bom pensar que existe um enorme contingente de empresários que se preocupam com o atendimento em seus estabelecimentos. Embora ainda haja muito a ser melhorado em muitos outros. Como podemos pensar que, num mundo globalizado, ainda existam pessoas que tem péssimas atitudes ao atender?

Em muitos casos pensamos que o empresário faz pouco caso em relação ao atendimento no seu negócio. Por outro lado, como instrutor e consultor em desenvolvimento de pessoas, acho que a culpa deve ser dividida com seus colaboradores. Não é mais possível imaginar um profissional que não esteja preocupado com o atendimento que dispensa aos clientes, bem como, seus patrões.

De qualquer forma, existe uma preocupação por parte de muitos em buscar a tão sonhada excelência no atendimento. Neste caso, é preciso lembrar que bom atendimento, na verdade, está diretamente ligado à educação. Sim, aquela que carregamos dentro de nós, que aprendemos em casa. Aquela que nossos pais nos ensinavam a respeitar as pessoas; bom dia, boa tarde, boa noite, e por aí vai.

Sem este precedente, esqueça a ideia de encontrar a excelência. O pior, é que ainda é possível entrar numa loja, por exemplo, e se deparar com “vendedores” que mal olham para o cliente. Quer encantar seu cliente, então preste atenção:

– Educação básica: é a base de todo e qualquer relacionamento, seja ele pessoal ou profissional;

– Empatia: coloque-se no lugar do cliente;

– Saiba ouvir: espere o cliente dizer o que deseja e, só então, fale, pergunte, etc…

– Comunicação: não há venda sem comunicação, é a base de qualquer sociedade. Saiba se comunicar de forma eficaz;

Resolva os problemas: vender não é simplesmente fazer uma troca de produto e dinheiro. É saber dar continuidade no processo. Se houve algum problema com o produto, por exemplo, resolva para o cliente, não o deixe, não o abandone, não o engane: RESOLVA.

– Bom humor: já foi atendido por alguém mal humorado? Pois é. Tem gente que acha que o mundo gira ao seu redor e pouco se importa com os outros. A verdade, nua e crua: Ninguém tem nada a ver com seus problemas. Se não tem bom humor, não lide com pessoas, fique em casa;

– Auto confiança: demonstre auto confiança ao seu cliente e ele confiará sempre em você. Entretanto, o excesso de auto confiança pode se transformar em arrogância, portanto, cuidado.

São apenas algumas dicas que podem ajudá-lo a melhorar sua forma de atender. A área de vendas é, na minha opinião, a que melhor prepara um profissional. Independente do caminho que deseja trilhar, essa experiência é a melhor base; é comunicação pura.

Abraços,

Professor Edmundo Santana

Artigos relacionados

Sobre o autor: Edmundo Santana

Diretor Geral da Canadian Corporate Coaching Group Brasil. Sócio Diretor da Advance Consultoria e Treinamentos. Consultor e Instrutor em Desenvolvimento de Pessoas. Consultor e Instrutor do Sebrae/PR. Professor de Técnicas de Redação. Fundador do Blog Professor Edmundo Santana. Autor do Livro Fazendo a Diferença - Aprenda Fácil Editora

Leave a comment