fev
21
2009

Como Fazer um Bom Currículo


Um bom currículo, ao contrário do que muitos pensam, não é aquele com 4 ou 5 folhas, que conta sua vida desde os primórdios da sua infância. Já foi assim, um dia, quando currículos impressionavam pelo volume de páginas. Não mais.  Hoje em dia, os profissionais de RH não têm mais tempo para analisar currículos enormes, aliás, ninguém mais tem muito tempo. A vida está corrida e agitada. O importante mesmo é ser claro e objetivo. Vejamos:

Quantas folhas devo colocar no meu currículo?

Não fique triste, mas o ideal é ter apenas uma folha, no máximo duas. “Puxa, só isso? E como vou colocar toda a minha experiência?” Essa é uma pergunta comum. Analise o seguinte: se você fosse profissional de RH de uma grande empresa, que costuma receber, em média, 500 currículos por semana, teria tempo para ler todos?

Se você tem pouca experiência, uma folha será mais que suficiente, aliás, vai sobrar espaço. No entanto, se você já percorreu um longo caminho em sua vida profissional, terá que optar pelas melhores informações. Neste caso, opte pelas informações e experiências mais pertinentes à vaga que está se candidatando.

  • Coloque apenas as informações mais pertinentes e fundamentais sobre você. Faça com que a empresa queira conversar com você;
  • Seja objetivo: não enrole, vá direto ao ponto.

Apresentação Perfeita

Olha só. Se você enviar um currículo com dobra, rasura, mancha de café, orelhas, etc… ele vai ser excelente para os catadores de papel, que vão agradecê-lo imensamente, porque, para a empresa o destino é lixo. “Nossa, mas nem uma dobrinha?” Não, nem uma mesmo. A apresentação é fundamental. Este é o seu primeiro contato com a empresa, vai falhar justamente aí? Aquela história da “primeira impressão é a que fica“, neste caso vale mesmo.

Para você saber: em média, de 20% a 30% dos currículos que grandes empresas recebem, nem são analisados, sabe por que? Má apresentação (dobras, manchas, amassados, etc) e folhas em excesso. Entendeu agora?

O Bom e Velho Português

O quê? Tá pensando que eu estou falando do dono da padaria? Estou falando do nosso querido idioma natal. Aquele que a grande maioria do povo esqueceu, não gosta, tem pânico, verdadeiro horror. Acha que pode ignorá-lo? Enganou-se. Não pode, não. Envie um currículo com erros de português e veja o que acontece!

Use uma linguagem simples, não queira impressionar pelo seu vocabulário rebuscado, ou “catando” palavras difíceis no dicionário. Uma linguagem simples - eu disse simples e não xula - é mais adequada.

Gírias estão expressamente proibidas. Lembre-se, você não está no MSN ou numa sala de “chat“ , então, “vc” e outras abreviações não existem, aliás, não está na hora de escrever corretamente?  Deixa prá lá.

Uma Capa bem Bonita

Meu currículo está uma maravilha, agora vou fazer uma capa bem linda, com meu nome em letras enormes, colocar glitter, e perfume“.  Faça isso ele ele se tornará parte daqueles 20% a 30% que falei acima. Não se faz capa para currículo, ok?? Esqueça essa ideia (pelas novas regras de ortografia, ideia não tem mais acento). Não consegui evitar.

Outra coisa importante. Não tire cópias. Imprima quantas forem necessário. Lembre-se: Apresentação Perfeita.

Resumindo

  1. Linguagem clara e objetiva;
  2. Prioridade nas informações importantes;
  3. Apresentação visual perfeita;
  4. Não faça capa;
  5. Não tire cópia;
  6. Não cometa erros de português;
  7. Máximo de duas folhas.

Agora, sente na frente do seu computador, abra seu editor de textos preferido e mãos à obra. Mas, antes, siga estes conselhos:

  • Fonte: Arial ou Times New Roman
  • Cor: Preta
  • Estilo da Fonte: Negrito para títulos e normal para o texto
  • Tamanho da fonte: 14 para títulos e 12 para o texto
  • Nome do candidato: Tamanho 20 e em negrito

Agora sim. Mas não pense que é só fazer o currículo perfeito e seu emprego dos sonhos estará garantido. Essa é a parte fácil. Agora é preciso fazê-lo ser visto, distribuí-lo. Mas isso é outra conversa, outro artigo.

Veja um modelo básico de currículo:

FULANO DE TAL

Endereço completo

Telefones:                                                                                               e-mail:

 

Objetivo

Para que cargo você está se candidatando?

 

Formação Acadêmica

MBA em (nome do curso) – Universidade – ano de conclusão ou cursando.

Graduação em … – Universidade – ano de conclusão ou cursando.

Se você ainda não tem curso superior, informe:

Ensino médio – escola – ano de conclusão ou cursando.

 

Experiência Profissional

Empresa – período que trabalhou

Cargo ocupado

Atividades exercidas

(informe apenas as 3 últimas empresas que trabalhou, a mais recente em primeiro)

 

Idiomas

Inglês – básico, intermediário ou fluente

Espanhol – …

 

Microinformática

Que aplicativos conhece… e o nível de conhecimento

 

Cursos de qualificação

Informe, aqui, os cursos que fez nos últimos 5 anos (no máximo). Procure informar onde fez o curso, carga horária e ano de conclusão.

 

Voluntariado e Social

Se você faz algum trabalho voluntário ou pratica alguma ação social, é interessante colocar. Muitas empresas valorizam essas atitudes.

 


Fique de olho. Assine meu feed e receba as novidades. Não sabe o que é feed? Basicamente, é um resumo que recebe em seu e-mail com todas as atualizações do blog. Não tenha medo, não vai propaganda.

Abraços,

Professor Edmundo Santana

 



Artigos relacionados

Sobre o autor: Edmundo Santana

Diretor Geral da Canadian Corporate Coaching Group Brasil. Sócio Diretor da Advance Consultoria e Treinamentos. Consultor e Instrutor em Desenvolvimento de Pessoas. Consultor e Instrutor do Sebrae/PR. Professor de Técnicas de Redação. Fundador do Blog Professor Edmundo Santana. Autor do Livro Fazendo a Diferença - Aprenda Fácil Editora

Leave a comment

Switch to our mobile site